E-commerce:
o modelo que pode aprimorar sua empresa

Por Andrey Nunes

Com a criação da internet e suas ferramentas digitais, o mundo observou uma grande revolução em todos os setores da sociedade. Uma esfera que mudou drasticamente com a chegada do ambiente virtual foi a do comércio, pois vários mecanismos surgiram para aprimorar as atividades comerciais e melhorar a atuação de empresas e lojas. Um desses recursos que vieram da internet que muitos utilizam é o e-commerce.

E-commerce é uma abreviação de electronic commerce, que significa “comércio eletrônico” em inglês. Esse termo diz respeito a negócios que realizam trocas comerciais integralmente por meios digitais, seja por computadores ou dispositivos móveis. Ou seja, ­e-commerce pode ser definido como uma grande estrutura que tem seu funcionamento baseado em ferramentas da internet, onde uma empresa digitaliza, em um site, seu processo de vendas e de contato com clientes.

O procedimento de transações realizadas por e-commerce funciona de uma forma bastante simples: uma empresa expõe seus produtos em sua loja online e escolhe como será feito o pagamento e a entrega para o cliente. Dentro disso, existem outros processos que constituem a estrutura do e-commerce, como a estratégia de marketing feita para divulgar os produtos e canais de contato com o consumidor.

Dito isso, é importante ressaltar as diferenças entre e-commerce e marketplace. Enquanto um marketplace serve como um shopping center virtual, onde vários lojistas de todas as localidades ofertam seus produtos e utilizam o site como um intermediário entre os clientes (como o Mercado Livre), um e-commerce funciona como uma loja virtual exclusiva para uma empresa, onde ela pode centralizar suas operações e ter uma autonomia maior. Algumas das maiores instituições que utilizam o e-commerce são:

  • Amazon – empresa estadunidense reconhecida como a maior varejista online mundialmente;
  • Alibaba – um dos maiores grupos de empresas que trabalham com e-commerce, como o AliExpress;
  • B2W Digital – grupo brasileiro que engloba várias varejistas famosas, como Submarino e Americanas;
  • Magazine Luiza – uma das maiores varejistas do Brasil.

Adotar o modelo de e-commerce pode ser algo extremamente vantajoso para uma empresa no Brasil, pois diversas pesquisas mostram que os brasileiros têm uma grande preferência por compras online, principalmente porque agora muitas pessoas confiam em comprar produtos pela internet. Portanto, o comércio virtual tem se mostrado como um ótimo caminho para o aumento de visibilidade, conquistar novos grupos de clientes e diminuir despesas, já que é um investimento barato. Além disso, com o e-commerce, as empresas possuem uma autonomia total em seus sites para personalizá-los de acordo com as suas necessidades e uma flexibilidade de tempo, pois tudo pode ser feito no conforto de casa.

Encontre-nos nas redes sociais:

Deixe um comentário

http-interijr-com
Please wait...

Inscreva-se na nossa newsletter

Receba notícias de comércio exterior; fique por dentro de tudo o que está acontecendo na Ínteri Jr. e receba oportunidades de carreira e investimentos no exterior.